Pessoalidades

Como um dia de domingo

Cabe tanta coisa numa janela só…
Tem rede de proteção,
Barulho de carro, buzina, trem e avião.
Tem gente passando,
Tem a vida passando
E o tempo passando.
Os prédios se fazem companhia
Um ao lado do outro,
Telhados que se encontram e se perdem, nesse horizonte que hoje está imenso azul.
Tem barulho de criança correndo lá embaixo,
Tem festa e muita conversa.
Do lado de dentro tem sofá, almofada, cobertinha e sossego,
Tem você distraído com seu mundo,
Fazendo companhia pra meu.
Tem preguiça, cochilo e abraço…
Tem café quente, com cheiro de casa que a gente quer morar.
Tem fruta fresca na cesta, em cima da mesa,
E vento na janela que balança a cortina,
Que alcança a cama ainda desarrumada, onde bate sol.
Tem o tempo passando,
E a vida que reflete do seu olho bonito.
Tem o tempo passando por nós,
Como um dia de domingo.
0

Uma terapeuta ocupacional, que escreve para (tentar!) entender o (seu) mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.